Pesquisadora Associada do OCRC faz intercâmbio de conhecimento em universidade da Argentina

Prof. Raquel F. Leal é contemplada pelo Programa de Mobilidade Docente da DERI/Unicamp e troca expertise sobre moléstias do aparelho digestivo com pesquisadores da Universidade Nacional de Rosário.

A coloproctologista Raquel Franco Leal, professora associada do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, esteve na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Nacional de Rosário (UNR), na Argentina, no período de 31 de agosto a 10 de setembro. A visita foi resultante do Programa de Mobilidade Docente promovido pela Diretoria Executiva de Relações Internacionais (DERI) da Unicamp, em parceria com o Programa Escala Docente do Grupo de Universidades Montevidéu (AUGM), e teve como objetivo, a troca de expertises entre os pesquisadores de ambas as universidades.

Na Argentina, a coloproctologista da FCM, Raquel Franco Leal, compartilha know-how em moléstias do aparelho digestivo.

Empenhada em estabelecer colaborações com grupos de pesquisa estrangeiros em universidades como a de Barcelona e Chicago visando à troca de conhecimentos e à realização de pesquisas conjuntas, Raquel conta que ainda faltava ao seu grupo de trabalho maior aproximação com universidades de outros países da América Latina. “O intercâmbio docente é uma excelente iniciativa, pois promove um ambiente favorável à realização de trabalhos conjuntos”, explica.

Na FCM, Raquel pauta suas atividades nos estudos translacionais em doenças inflamatórias intestinais (DII) com o intuito de estabelecer biomarcadores e novos alvos terapêuticos. Na ocasião da visita à UNR, ela aproveitou para conhecer os dados epidemiológicos dessas doenças na Argentina e o modus operandi dos departamentos de Anatomia Normal e Gastroenterologia, e do Centro de Práticas Cirúrgicas, além do Serviço de Endoscopia e Colonoscopia do Hospital Universitário Centenário.

“Pude conhecer os métodos de ensino nessas áreas e participar de seminários clínico-cirúrgicos. Também foi possível compartilhar estudos em andamento, experiências e averiguar possíveis trabalhos colaborativos em ambas as instituições”, afirma Raquel.

Durante a sua passagem pela UNR foi recebida pelo diretor da FCM daquela instituição, Ricardo Nibb, pelo chefe da disciplina de Gastroenterologia, Fernando Bessone, pelos professores do Departamento de Gastroenterologia, Orlando Ruffinengo e Oscar Bedini, e pela secretária de Relações Internacionais, Viviana Roldan.

Na ocasião do intercâmbio, ela compartilhou a experiência da Unicamp no cuidado das doenças do aparelho digestivo, sendo que nos dias 5 e 8 de setembro, respectivamente, proferiu a conferência “Fatores genéticos e ambientais no desenvolvimento das doenças inflamatórias intestinais” e a aula magna “Tratamento Clínico das doenças inflamatórias intestinais”. Também foi convidada pelo Departamento de Gastroenterologia da UNR a participar do Congresso Nacional Gastro Rosário 2017. O evento apresentou grande relevância científica e reuniu cerca de 4.000 participantes.